Entenda a transformação no cenário do mercado imobiliário


A pandemia da Covid-19 trouxe medidas governamentais e econômicas que afetaram as decisões da população em relação ao mercado imobiliário. A compra e venda de imóveis é uma forma de investimento bem vista em momentos de incertezas, já que seu perfil mais tradicional garante menos riscos em relação a mercados como o de ações, por exemplo. 

Veja os principais fatores que estão impulsionando as vendas de imóveis de médio e alto padrão:

Queda nas taxas de juros

Em 2019, a taxa Selic chegou a 4,5%, a menor marca da história. Além do impacto que gerou no mercado imobiliário, o fator também reflete nos juros futuros – que medem a confiança do mercado – e possibilita a oferta de crédito para mais pessoas.

Segundo a Abrainc, uma queda de 1% nos juros pode incluir até 2,8 milhões de famílias em financiamentos imobiliários. Por isso, as reduções dos juros movimentam tanto o mercado.

Facilidade de obtenção de crédito

Além das menores taxas de juros, também está se tornando cada vez mais fácil a obtenção de crédito imobiliário – principalmente para a aquisição de imóveis de médio e alto padrão.

Esse aumento da procura de imóveis pelo consumidor ajuda a impulsionar o investimento em novos empreendimentos por parte das construtoras. Dessa forma, o mercado imobiliário entra em um ciclo positivo de crescimento sustentável.

Principais focos de empreendimentos

Outro ponto positivo que chama a atenção nas vendas de imóveis de médio e alto padrão é a diversidade de focos de empreendimentos, ou seja, os consumidores não estão procurando por apenas um tipo de empreendimento – abrindo margem para que as construtoras e incorporadoras explorem várias possibilidades.

Aproveite e converse agora com um de nossos especialistas pelo WhatsApp e feche um bom negócio!